Páginas

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

AFAGO


 



Queria de ela           
Dizer assim:
Amar-te na morte,
Morrer d'amor
É festa no festim
Da brasa em corpo
Taça
Que brinda o afago
Do teu corpo em mim.

Leonardo de Souza Dutra

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

AUSÊNCIA


 



Quero te sonhar
Mesmo que seja breve
Sonhar contigo
Saberei que é eternamente.

E quando em luz me arrebatar  teu amanhecer
O que dizer quando estiveres ausente,
E distante de meus olhos
Meus olhares.

Apenas uma imagem
Que indiferente
Caminha minh’alma
Passos leve, sombrios
Não te dignas me olhar.
E assim
Te sonharei
Mesmo que estejas ausente.

Leonardo de Souza Dutra